Índice deve começar semana em alta

SÃO PAULO, 7 de janeiro de 2008 - Após registrar forte queda de 2,95% na sexta-feira, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) caminha para uma abertura em alta. Há pouco, o Ibovespa com vencimento em fevereiro registrava valorização de 0,46%, aos 61.380 pontos, na Bolsa de Mercadorias & Futuro (BM&F).

Na última sessão, os principais índices acionários norte-americanos encerraram o dia com acentuada queda. Os dados divulgados pelo Departamento do Trabalho norte-americano ditaram o ritmo dos negócios. A criação de 18 mil vagas em dezembro - bem abaixo das 70 mil esperadas - aliada à taxa de desemprego de 5% - a maior desde novembro de 2005 - foram as responsáveis pelo aumento do temor de recessão da economia norte-americana.

Sem indicadores norte-americanos programados para hoje, o front interno centra a atenção dos investidores. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a Pesquisa Industrial Mensal Nacional. A produção industrial caiu 1,8% em novembro de 2007, frente a outubro, quando havia crescido 3,3%, na série com ajuste sazonal. Na comparação com novembro de 2006, houve expansão de 6,7%. Tanto o acumulado no ano (6%) como o acumulado nos últimos 12 meses (5,5%) foram superiores aos registrados em outubro (5,9% e 5,3% respectivamente).

Na Ásia, as principais bolsas acionárias da região encerraram em baixa nesta segunda-feira, prejudicadas pelos temores dos investidores sobre uma possível recessão na economia dos Estados Unidos, principal destino das exportações asiáticas. O mau desempenho de Wall Street, somado a divulgação de dados sobre o mercado de trabalho norte-americano, elevou as expectativas dos mercados para que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) reduza a taxa básica de juros ainda neste mês. Já os índices acionários da Europa operam em sentido oposto ao registrarem valorização na sessão de hoje.

(Vanessa Correia - InvestNews)