Itaú prevê crescimento de 50% do crédito imobiliário

SÃO PAULO, 28 de dezembro de 2007 - Com a criação da parceria com a consultoria de imóveis Lopes Brasil, o banco Itaú planeja ampliar em 50% sua carteira de crédito imobiliário, que hoje está em R$ 2,3 bilhões. Segundo o diretor executivo de crédito imobiliário do banco, Ricardo Marino, o acordo com a Lopes responderá por 10% a 15% do crescimento da originação de crédito imobiliário. "A parceria com a Lopes, por meio da exclusividade do canal de vendas, vai contribuir para a expansão de nossa base de clientes e para aumentar a liquidez do mercado de revenda de imóveis usados", afirma.

O acordo compreende a criação de uma promotora de produtos de financiamento imobiliário como crédito para imóveis com ênfase no mercado de revenda de imóveis usados, financiamento para bens duráveis relacionados aos imóveis e para reformas.

O Itaú pagará R$ 290 milhões pela exlusividade de financiamento por 20 anos. Caso a promotora atinja determinadas metas pré-estabelecidas, a controlada da Lopes poderá receber até R$ 220 milhões ao longo do período de 10 anos.

Para o diretor de planejamento corporativo da Lopes, Marcelo Leone, além de possibitilitar potencializar as vendas da consultoria, a parceria permitirá ofercer serviços que não estavam disponíveis para todos os clientes como o financimento para a compra de imóveis usados. ´A parceria vai ajudar a aumentar a liquidez no mercado secundário, que hoje no Brasil ainda é muito pequena comparada com países como os Estados Unidos, onde a venda de imóveis usados responde por 70% do mercado imobiliário total´, diz.

De acordo com Marino, com a queda da taxa de juros no Brasil o crédito imobiliário deve apresentar um forte crescimento, devendo, segundo projeções do mercado, alcançar 2,3% do PIB em 2008, 3,6% do PIB em 2009, podendo chegar a 10% do PIB em 2012.

(Silvia Regina Rosa - InvestNews)