Comgás elabora projeto de crédito carbono e integra CCX

SÃO PAULO, 27 de dezembro de 2007 - A Comgás informa que se tornou membro da Chicago Climate Exchange - CCX, a primeira bolsa no mundo e única na America do Norte a integrar voluntariamente ofertas de redução de emissão de gases de efeito estufa.

Como membro da CCX, a Comgás poderá vender créditos de carbono gerados em seu projeto de substituição progressiva de parte da sua rede de distribuição de ferro fundido por material plástico PEAD (polietileno de alta densidade). Esse processo de substituição reduz as emissões fugitivas de gás natural que ocorrem nas juntas das antigas tubulações de ferro fundido, e classificando-se como um projeto passível de geração de créditos de carbono para o mercado da CCX.

O Projeto de Crédito de Carbono da Comgás está dividido em duas fases: a Fase I refere-se a um comprometimento mínimo de redução de 1% ao ano, retroativamente aos anos de 2003 a 2006, em relação a média das emissões anuais dos anos de 1998 a 2001. A Fase II compreende o período de 2007 a 2010 atingindo um comprometimento de redução de 6% ao final de 2010, em relação as emissões do ano 2000.

O projeto foi elaborado pela Comgás, com a consultoria da Rhodia Energy Brasil Ltda e a Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentavel - FBDS, e os certificados (Instrumentos Financeiros de Carbono, conhecidos pela sigla CFI) serão negociados por meio da Orbeo, joint venture formada pela Rhodia Energy Services e o Banco Société Générale.

(Redação - InvestNews)