Petrobras investe R$ 1,5 bi na Bahia

SÃO PAULO, 21 de dezembro de 2007 - O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, anunciou nesta sexta-feira, (21), em Salvador, a implantação de duas novas unidades de produção na Refinaria Landulpho Alves (RLAM), em São Francisco do Conde. As unidades - de Hidrotratamento, Hidrodessulfurização, entre outras - serão responsáveis pelo processamento de diesel e gasolina com menor teor de enxofre.

O anúncio foi feito na Governadoria da Bahia (Centro Administrativo da Bahia, CAB), na presença do governador Jacques Wagner.

A unidade de processamento de gasolina com menor teor de enxofre visa adequar o combustível produzido na Bahia às especificações que prevêem um teor máximo de enxofre de 50 ppm (partículas por milhão). Além disso, o projeto viabilizará maior retorno na exportação da produção excedente, permitindo à refinaria o processamento de petróleo nacional com maior rentabilidade e agregando valor ao processo de refino do sistema Petrobras.

O início das obras de construção dessa nova unidade está previsto para janeiro, gerando imediatamente número considerável de novos empregos. As obras incluem unidades de Hidrodessulfurização de Nafta Craqueada, Unidade de Geração de Hidrogênio, além do Gasoduto Conde-RLAM, que permitirá o suprimento de gás natural à RLAM. A produção nessas unidades terá início em março de 2010.

O total de investimento aprovado para os projetos de produção de diesel e gasolina com menor teor de enxofre é da ordem de US$ 1,5 bilhão. Apenas para a carteira de gasolina, haverá arrecadação em tributos pelo estado de cerca de US$ 60 milhões. Para a implantação de toda a Carteira de Empreendimentos prevista pela RLAM, deverão ser gerados perto de 5 mil empregos, dos quais cerca de 2 mil apenas para a Carteira de Gasolina. Em relação à unidade de processamento de diesel, a Petrobras já lançou a licitação para a construção das unidades. Assim que esse processo for concluído, as obras serão iniciadas.

(Redação - InvestNews)