Renault compra 25% de montadora russa fabricante do Lada

REUTERS

MOSCOU - A fabricante francesa de carros Renault concordou em comprar participação de 25% da maior montadora russa, AvtoVAZ, na esperança de reviver a marca Lada e ampliar sua presença no país que em breve deve ser o maior mercado automotivo da Europa.

A venda de carros na Rússia deve superar o mercado alemão em poucos anos, chegando a entre 3,5 milhões e 4 milhões de unidades em 2015 contra 2,3 milhões em 2007, previu o vice-presidente financeiro da Renault, Thierry Moulonguet.

O executivo recusou-se a informar quanto a Renault está pagando pela fatia da AvtoVAZ, mas informou que o valor de mercado da empresa russa é de US$ 5,7 bilhões e que a montadora francesa está pagando "um múltiplo razoável" sobre as expectativas de lucro da fabricante russa.

De acordo com o chefe da estatal Russian Technologies, controladora da AvtoVAZ, Sergei Chemezov, a Renault e a montadora russa pretendem fazer um carro custando cerca de US$ 15 mil e elevar a produção para 1,5 milhão de veículos por ano.

Segundo com o presidente-executivo da Renault, o brasileiro Carlos Ghosn, a marca Lada será mantida.

- O desenvolvimento da marca Lada será prioridade - afirmou.

Pelo acordo fechado entre as empresas, o volume de venda de carros Lada será consolidado no resultado da Renault.