Governo japonês vê sintomas de recuperação nas vendas no varejo

Agência EFE

TÓQUIO - As vendas do comércio no varejo japonês cresceram 0,8% em outubro, em termos anualizados, no terceiro aumento mensal consecutivo, um sintoma de recuperação do setor, segundo a nova estimativa do Ministério da Economia anunciada nesta quarta-feira.

O varejo no Japão registrou no mês passado vendas de 11,01 trilhões de ienes (US$ 102 bilhões).

A comercialização de cosméticos, tabaco e remédios cresceu 2,1%, e de automóveis, 2,5%, devido à chegada ao mercado de novos modelos.

O significativo aumento das vendas fez o Ministério da Economia melhorar a sua avaliação sobre a situação do comércio no varejo no país, detectando 'sintomas de recuperação'. É a primeira vez desde abril de 2005 que as autoridades econômicas japonesas melhoram sua estimativa para o setor.

As vendas dos atacadistas cresceram 5,3%, até 40,33 trilhões de ienes (US$ 373,5 bilhões), com 27 meses seguidos de altas, graças à demanda de metais e minerais. O crescimento combinado de varejo e atacado foi de 4,3%, até 51,93 trilhões de ienes (US$ 475,5 bilhões).