FGTS terá R$ 1 bi para financiamento de até R$ 350 mil

SÃO PAULO, 30 de outubro de 2007 - O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) terá, a partir de 1º de janeiro de 2008, R$ 1 bilhão para financiamento de imóveis, com juro de 8,66% ao ano mais TR (taxa referencial). A medida, proposta pelo Ministério do Trabalho, foi aprovada hoje (30) pelo Conselho Curador do FGTS.

O ministro do Trabalho, Carlos Luppi disse que será o menor juro que se paga por financiamento habitacional.

O mutuário poderá comprar imóvel até o limite de R$ 350 mil, e nesse patamar terá que ter de depósito no fundo o equivalente a 10% do preço total de avaliação do imóvel, devendo sua conta ter no mínimo três anos de depósitos permanentes do empregador.

Apesar de poder comprar imóvel de um valor maior, na prática o teto máximo de financiamento continuará sendo o previsto pelo Sistema Financeiro da Habitação para o mutuário do FGTS, ou seja, o máximo de R$ 245 mil, segundo explicou o secretário executivo do Conselho Curador do FGTS, Paulo Furtado.

O conselho aprovou também a elevação do orçamento para o próximo ano para R$ 11,64 bilhões, contra os R$ 11,2 bilhões de 2007. Aprovou ainda a proposta de saque no fundo de até 80% da prestação do financiamento de imóveis, podendo o mutuário requerer o saque nesse patamar para amortizar o saldo devedor de imóvel financiado.

O ministro Carlos Lupi explicou que a medida era permitida apenas para quem ganhasse até R$ 4.500.

As informações são da Agência Brasil.

(Redação - InvestNews)