Reunião do Fomc é destaque da semana

SÃO PAULO, 29 de outubro de 2007 - Sem indicadores relevantes programados para esta segunda-feira, o dia deve se pautar na expectativa de novo corte na taxa básica de juros dos Estados Unidos. O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) começa sua reunião nesta terça-feira e anuncia se proverá um novo corte nos juros na próxima quarta-feira (31). A notícia anima investidores estrangeiros e locais. Há instantes, o Ibovespa com vencimento em dezembro apresentava alta de 1,36%, aos 65.700 pontos, na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F).

No mercado de capitais local, o dia marca a estréia dos papéis da Amil, Brasil Brokers e Helbor na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Juntas, as empresa captaram R$ 2,1 bilhões, sem considerar o exercício dos lotes adicionais.

Também no front interno, o banco PanAmericano divulgou o prospecto de sua oferta pública de distribuição primária de 67.989.600 ações preferenciais. Caso o Banco Central (BC) não aprove o aumento de capital social a tempo da estréia dos papéis na bolsa paulista, a instituição irá ofertar certificados de depósitos de valores mobiliários (units) equivalentes a uma ação preferencial e sete recibos de subscrição. De acordo com os coordenadores da oferta, a ações devem ser precificadas no intervalo de R$ 12,50 e R$ 15,00. Considerando o preço máximo estimado, a empresa pode captar R$ 1,01 bilhão.

Na Ásia, as principais praças acionárias da região fecharam com fortes altas nesta segunda-feira, com alguns dos principais índices da região registrando novos recordes, beneficiados pela expectativa dos investidores de que Fed reduzirá a taxa básica de juros dos Estados Unidos nesta semana. As bolsas da Europa também operam em alta.

(Vanessa Correia - InvestNews)