Índice recupera perdas da manhã e atinge novo recorde

SÃO PAULO, 8 de outubro de 2007 - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) reverteu a tendência de baixa observada no período da manhã e encerrou a sessão com valorização de 0,55%, aos 62.661 pontos. É o 38º recorde do ano em pontuação registrado pela Bovespa. O último havia sido atingido dia 02 de outubro, quando a bolsa bateu os 62.340 pontos. O giro financeiro foi de R$ 4,38 bilhões, inferior a média acima de R$ 5 bilhões registrada na semana passada.

A ausência de informações relevantes, devido ao feriado de Columbus Day nos Estados Unidos, manteve a bolsa paulista volátil. ´É um movimento absolutamente normal dadas as condições desta segunda-feira. Além disso, os investidores aproveitam para realizar os lucros obtidos na última sexta-feira´, afirma José Francisco Lima Gonçalves, economista-chefe do Banco Fator.

Amanhã, o Federal Reserve (Fed) irá divulgar a ata da sua última reunião podendo dar indícios se cortará, ou não, a taxa básica de juros norte-americana. ´Na ausência de novidades, qualquer indicação que o Fed der quanto à economia norte-americana poderá elevar os principais índices dos Estados Unidos e Brasil´, ressalta Gonçalves.

Na cena interna, o mercado fez discreto ajuste na expectativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ao final do ano de 4% para 4,01%. A informação consta no Boletim Focus produzido na última sexta-feira (05) pelo Banco Central (BC). Segundo analistas, um dos indicadores que pode alterar a trajetória de alta da bolsa paulista é uma piora no índice de inflação.

Os destaques positivos do Ibovespa na sessão desta segunda-feira foram as ações do Pão de Açúcar-CBD PN, que subiram 5,56%, a R$ 28,66; Embraer ON, que registraram ganhos de 4,87%, a R$ 28,81; e Vivo PN, com valorização de 4%, a R$ 8,84. No sentido oposto, as ações da Natura ON perderam 2,74%, a R$ 25,2; Duratex PN caíram 2,62%, a R$ 58,22; e Brasil Telecom ON, que perderam 2,51%, a R$ 51,60.

Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o Ibovespa com vencimento em outubro registrou alta de 0,48%, a 62.750 pontos.

(Vanessa Correia - InvestNews)