Dona da Parmalat Brasil faz oferta de ações de até R$ 1,4 bi

REUTERS

SÃO PAULO - O Laep Investments, empresa controladora do grupo Parmalat no Brasil, pretende lançar ações na Bovespa em 29 de outubro numa operação que pode movimentar até R$ 1,4 bilhão.

A empresa aproveita o momento de reaquecimento do mercado, depois da suspensão deste tipo de operação em julho e agosto. Atualmente há 8 ofertas de ações em andamento. Mais de 50 já foram realizadas este ano, levantando um total de R$ 47 bilhões.

A oferta primária da Laep é de 67.681.481 BDRs (Brazilian Depositary Receipts, certificados de depósito equivalentes a uma ação classe A). Os coordenadores esperam que o papel fique entre R$ 11,50 e R$ 15,50, o que, levando-se em conta a ponta mais alta da projeção, coloca a operação em R$ 1,05 bilhão.

O lote suplementar seria feito através de oferta secundária de até 10.152.222 BDRs, enquanto o lote adicional é de até 13.536.296 BDRs. No caso de exercício total desses lotes, considerando-se novamente a ponta mais alta da estimativa de preço, a oferta pode chegar a R$ 1,4 bilhão.

A empresa, que se diz líder no segmento de leite UHT no País, pretende investir 60% dos recursos captados nas atividades da Integralat. A maior parte irá para compra de rebanho e para aquisição ou construção de fábricas de leite em pó.

A Integralat tem por objetivo suprir as ineficiências da cadeia produtiva e produzir leite a baixo custo, por meio da parceria com pequenos produtores.

Os outros 40% serão aplicados na consolidação do setor lácteo e nas atitivdades de distribuição e comercialização de produtos lácteos.

O período de reserva vai de 16 a 24 de outubro, com previsão de estréia na Bovespa em 29 de outubro. No primeiro semestre de 2007, a empresa registrou um prejuízo de R$ 37,4 milhões, contra um lucro de R$ 25,1 milhões apresentados no mesmo período do ano passado.