Meta da Dunlop é dobrar de tamanho em 2008

SÃO PAULO, 5 de outubro de 2007 - Menos de um ano após assumir as operações da Dunlop do Brasil, a First Premium criou um novo cenário de negócios para a marca de artigos esportivos, que agora aposta também no mercado de confecção casual. Até o ano passado, a Dunlop comercializava no Brasil apenas uma linha de performance (composta por materiais esportivos), de forma discreta. A primeira ação da First Premium foi intensificar a presença da companhia neste mercado para, então, se aventurar no segmento de produtos casuais, caminho semelhante ao idealizado por grandes multinacionais como Nike e Adidas.

Os primeiros produtos (camisetas masculinas e femininas da linha verão) desta linha chegam ao varejo neste mês. A entrada da Dunlop no segmento casual representa um grande passo para uma empresa ainda incipiente no Brasil. Durante todo o ano passado, o faturamento doméstico da Dunlop girou em torno de R$ 1 milhão, destaca o diretor da Dunlop e executivo da Premium, Marcelo Galiberne. "Neste ano, já estamos com um faturamento de quase R$ 1 milhão por mês", revela o executivo. Para isso, a empresa ampliou de um para 15 o número de produtos comercializados no Brasil, incluindo peças de confecção, relógios e também produtos ligados ao mundo esportivo, como cordas de raquetes, bolas de tênis e de squash. Antes da parceria entre a Premium e a marca Dunlop, eram comercializados no Brasil apenas raquetes.

Apesar de ainda pequena no Brasil, a receita da empresa já representa uma nova realidade de negócios. No próximo ano, a Dunlop pretende iniciar a comercialização de peças de inverno e óculos e atingir um faturamento mensal de R$ 2 milhões. Caso a projeção se confirme, a Dunlop terá crescido 23 vezes no Brasil em apenas dois anos.

(André Magnabosco - InvestNews)