Dunlop já prevê confecção como carro-chefe

SÃO PAULO, 5 de outubro de 2007 - A estratégia da Dunlop de ingressar no mercado de confecção deverá levar este segmento a ser o carro-chefe da marca no Brasil dentro de três ou quatro anos. O diretor da empresa, Marcelo Galiberne, explica que este movimento será acompanhado da expansão das vendas da companhia no Brasil.

Entre novembro deste ano e fevereiro de 2008, a Dunlop pretende comercializar 50 mil peças de sua linha verão, das quais 70% serão referentes ao segmento de performance, ligado ao mercado esportivo. A expectativa da companhia para as linhas verão e inverno-2008 é ampliar as vendas para 150 mil unidades.

Para isso, a empresa, que até o início deste ano atuava apenas no segmento de produtos esportivos com a venda de raquetes de tênis, investirá no reposicionamento da marca. ´A Dunlop é incipiente no mercado mundial de coleção casual. Este é um projeto feito no Brasil e levado para a distribuidora da Dunlop na América Latina´, lembra Galiberne. Além da área de confecção, a Dunlop iniciou neste ano a comercialização local de relógios, bolas de tênis e squash e cordas de raquete, entre outros.

Em um primeiro momento, a companhia já investiu quase US$ 600 mil em divulgação da marca, montante que deverá ser triplicado em 2008. ´Já definimos nossa estratégia na área comercial e agora precisamos gerar apelo junto ao consumidor final´, explica o executivo. Para estreitar o relacionamento com os varejistas, a empresa definiu uma série de ações, como prazos facilitados de pagamento e ações de divulgação nos pontos-de-venda.

(André Magnabosco - InvestNews)