Termotech deve movimentar US$ 500 mil em três dias

SÃO PAULO, 21 de agosto de 2007 - Pela primeira vez a indústria de equipamentos que utiliza tecnologia térmica terá uma feira voltada para o aprimoramento do setor. A Feira Industrial de Tecnologias Térmicas (Termotech), entre 28 e 30 de agosto, na capital paulista, deve reunir 4 mil pessoas em torno de novidades nos segmentos automotivo, agroindustrial, agrícola, plástico, naval, alimentos, químico, cerâmico e petroquímico. Segundo um dos promotores do evento, Fermando Lumertz, o evento deve movimentar US$ 500 mil imediatamente e gerar outros US$ 4 mil em um prazo de 12 meses.

Ele conta que o segmento térmico está na retaguarda da indústria. "Todo local que utiliza algum processo que envolve temperatura usa essa tecnologia por meio de estufas, caldeiras, aquecedores, secadores ou torrefadores. Não é por acaso que o faturamento do setor superar R$ 100 bilhões por ano".

Paralelamente, os visitantes poderão acompanhar a Joterm - Jornada de Atualização em Tecnologias Térmicas, que visa desenvolver e apresentar pesquisas em tecnologias de aquecimento solar para a indústria "O Brasil é visto como potencial fornecedor para o mundo desse tipo de produto", diz o presidente do Grupo CIPA, José Roberto Sevieri.

No evento, será fundada a Associação Brasileira de Tecnologias Térmicas (ABTT), entidade que deve reunir e representar os vários segmentos desse setor industrial.

(Vanessa Stecanella - InvestNews)