Fiesp derruba lei que proíbe uso de amianto em SP

SÃO PAULO, 21 de agosto de 2007 - O Departamento Jurídico da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) obteve ontem liminar derrubando a lei estadual 12.684, de 26 de julho de 2007, que proibia o uso do amianto no estado. A decisão beneficia diversas fabricantes de materiais de construção que utilizam o amianto no desenvolvimento de seus produtos, como a Eternit, listada na Bolsa de Valores de São Paulo.

Segundo Élio Martins, que preside a Eternit, o mercado paulista responde por cerca de 15% dos negócios da companhia. Apesar disso, as vendas de produtos acabados, como caixas d'água e telhas, não apresentaram nenhuma variação expressiva em decorrência da assinatura da lei. "Os resultados de julho foram muito bons, com crescimento superior ao registrado em junho, mas não podemos determinar se o resultado no mês seria ainda melhor caso a lei não tivesse sido assinada", afirma.

No mercado de capitais, no entanto, é provável que a decisão estadual tenha apresentado maior impacto. Hoje, as ações da Eternit apresentaram alta superior a 8%, mas Martins destaca que o movimento de valorização das ações da companhia tem sido registrado desde sexta-feira passada, acompanhando a recuperação do índice Bovespa.

(André Magnabosco - InvestNews)