País criou 1,2 milhão de postos de trabalho no ano

SÃO PAULO, 20 de agosto de 2007 - O Brasil já criou de janeiro a julho deste ano 1,222 milhão de empregos formais, praticamente o mesmo número de postos de trabalho com carteira assinada criados durante todo o ano passado. A informação foi dada pelo ministro do Trabalho e Emprego, Calos Lupi, com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Na avaliação do ministro, a crise que afeta os principais mercados de capitais internacionais não deverá influir o desempenho da economia brasileira e nem o mercado de trabalho do país.

´Nós já estamos batendo um novo recorde na geração de novos postos de trabalho. São 1 milhão e 222 mil de novos empregos formais até o mês de julho, no mínimo. Este número poderá ser ainda maior porque ainda não fechamos julho. Isto significa que nós já atingimos o mesmo número de empregos gerados ao longo de 2006, que foi de cerca de 1,230 milhão a 1,240 milhão de empregos, segundo dados do Caged´, disse.

O ministro Carlos Lupi previu novo recorde na geração de empregos formais, embora tenha reduzido a previsão inicial. ´Vamos bater o recorde de 2004 e gerar entre 1,55 milhão a 1,6 milhão. Este resultado fica acima do recorde obtido em 2004, quando foram gerados 1,523 milhão de novos postos de trabalho".

As informações são da Agência Brasil.

(Redação - InvestNews)