Marfrig anuncia acordo para adquirir frigorífico no Chile

REUTERS

SÃO PAULO - O Marfrig, uma das principais empresas do setor de carne bovina do Brasil, anunciou nesta segunda-feira um acordo para adquirir o Frigorífico Patagônia, localizado em Comuna Porvenir, na Terra do Fogo, no Chile.

O negócio está avaliado em 8,5 milhões de dólares.

- A finalização do negócio está sujeita à realização de auditorias legal e contábil a serem concluídas até 18 de setembro de 2007 - informou a empresa em um comunicado ao mercado.

Segundo a nota, assinada pelo diretor de Relações com Investidores, Ricardo Florence, o Frigorífico Patagônia tem como principais atividades o abate e produção de cortes de cordeiro no Chile.

O frigorífico tem capacidade de abate de 300 mil cabeças ao ano.

A empresa chilena exporta para diversos mercados, como União Européia, México, Japão, Rússia, Brasil, Argentina e Israel, dispondo ainda de facilidades para abater 'Kosher', alimento preparado segundo os princípios judaicos, segundo o comunicado.

O início das atividades pelo Marfrig está previsto para 1o de outubro de 2007.

O termo do acordo, firmado por meio da subsidiária do Marfrig no Chile, prevê a aquisição de 97,82 por cento das ações do Frigorífico Patagônia.

Na semana passada, o Marfrig anunciou lucro líquido proforma de 26,4 milhões de reais no segundo trimestre deste ano, crescimento de 123,6 por cento ante igual período de 2006.

A empresa, em outro comunicado ao mercado, anunciou assinatura de compromisso para aquisição de imóvel e equipamentos de curtume, localizado em Promissão, em São Paulo, com capacidade de processamento de 1.500 couros ao dia. O negócio está avaliado em 1,8 milhão de dólares.

O início das atividades pela Marfrig está previsto para 1o de setembro de 2007.

- Esta aquisição tem como objetivo incrementar a posição da companhia no setor de couro, absorvendo a produção de peles originada do abate realizado nas unidades localizadas em Promissão.