BB lança transferência de dívida

SÃO PAULO, 8 de agosto de 2007 - O Banco do Brasil anunciou um pacote para facilitar a transferência de dívidas contratadas em outras instituições financeiras. O BB vai divulgar, via Internet, a possibilidade da chamada "portabilidade" dessas dívidas, anteriormente aprovadas pelo Banco Central. Para viabilizar essas ações, o banco vai lançar o site "Seja Cliente". O novo canal será voltado exclusivamente para atrair clientes de outros bancos que estejam insatisfeitos com as taxas pagas em qualquer uma das linhas de crédito pessoal (CDC, cheque especial ou crédito rotativo do cartão de crédito).

O consumidor poderá simular a possibilidade de transferência da dívida no site do banco e confrontar as vantagens em termos das taxas obtidas a partir da linha que melhor atender ao perfil de consumo, verificar as respectivas isenções de tarifas e solicitar a abertura da conta corrente e aprovação do crédito para quitação da dívida no banco de origem.

A instituição financeira oferece vantagens para quem concluir as simulações e solicitar abertura da conta corrente até o final do ano, como isenção por seis meses do pacote de serviços, isenção de anuidade no cartão de crédito, e seis meses de isenção da tarifa de liquidação antecipada de dívida para a hipótese de, durante o período, liquidar a dívida no BB.

"Nosso intuito é viabilizar a vinda do tomador do crédito com taxas mais competitivas e sem pagar custos adicionais na migração. Além disso, estaremos oferecendo também um portifólio completo de soluções de crédito e atendimento", explica o diretor de Varejo do BB, Paulo Bonzanini.

O banco prepara uma campanha para divulgação do novo serviço, com início previsto para quinta-feira, por meio do Portal BB na internet e campanha de mídia baseada em "spots" de rádio, além de abordagens aos usuários dos terminais eletrônicos e divulgação em portais da internet.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais