Sinicon defende melhores preços para obras

SÃO PAULO, 7 de agosto de 2007 - O presidente do Sindicato Nacional da Indústria da Construção Pesada (Sinicon), Luiz Fernando Santos Reis, disse nesta manhã, durante audiência pública realizada pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, que é preciso buscar o melhor preço para a realização de obras e não necessariamente o menor preço. Para Reis, o melhor preço é o que permite realizar a obra da melhor forma possível.

Reis disse ainda que há "dois Brasis" no setor de realização de obras: o público e o privado. No público, o Brasil apresenta um dos piores índices de cumprimento de contrato de obras no mundo, como alertou anteriormente o presidente da Associação Brasileira de Infra-Estrutura e Indústrias de Base (Abdib), Paulo Godoy. Já no setor privado, segundo Reis, o país é "um verdadeiro canteiro de obras em ebulição" e não há o que criticar.

A CAE discute o projeto de lei da Câmara (PLC 32/07) destinado a ampliar o uso do pregão eletrônico nas compras do governo para dar mais transparência às licitações e concorrências públicas.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais