Para Cosan, ano-safra terá resultado fraco mas oportunidades

REUTERS

SÃO PAULO - A Cosan, maior produtora brasileira de açúcar e álcool, declarou nesta quarta-feira que o ano-safra 2007/08 deverá ser pobre em resultados mas rico em oportunidades para expansão do grupo.

Numa teleconferência, o vice-presidente-financeiro da companhia, Paulo Diniz, destacou que a queda dos preços do álcool e do açúcar nos últimos meses foi 'quase uma queda livre', o que já leva a uma mudança na disposição de proprietários de usinas de se desfazerem dos seus negócios.

- Assim como o ano que passou foi um ano histórico a ser lembrado (em termos de preços e produção), o próximo ano será pobre em resultado mas rico em oportunidades estratégicas, disse Diniz a jornalistas.

- Se focarmos um prazo de seis meses atrás, era difícil encontrar qualquer usina à venda, e a coisa agora está invertendo. Nós mesmos estamos em conversações com algumas empresas... O preço pedido ainda não caiu, mas acredito que seja coisa de meses para que os preços reflitam melhor a realidade do mercado - acrescentou.