CDHU promove oficina sobre infra-estrutura verde

SÃO PAULO, 20 de junho de 2007 - Para capacitar os arquitetos contratados pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), a Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo promoveu uma oficina sobre infra-estrutura verde. O evento foi coordenado pelo professor doutor Paulo Pellegrino, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), e contou com a participação dos especialistas norte-americanos Tom von Schrader, engenheiro civil e diretor da Svr Design, e Nate Cormier, arquiteto paisagista e mestre por Harvard. A inciativa visa discutir com os profissionais a aplicação do conceito de infra-estrutura verde nos empreendimentos da CDHU.

O termo infra-estrutura verde é um conjunto de ferramentas que visa utilizar os recursos naturais em prol das cidades como, por exemplo, a redução das ilhas de calor e o melhor aproveitamento da água. Essas iniciativas são classificadas em quatro grupos: preservação da vegetação, criação de espaços de convivência, instalação de ciclovias e de trilhas para pedestres, drenagem natural com filtragem e aproveitamento das águas da chuva.

Após a apresentação, os arquitetos da CDHU estudaram a aplicação desse conceito usando, para exercício, os empreendimentos Cubatão A2 e A5, que serão destinados a realocar as famílias a serem retiradas da área de proteção ambiental da Serra do Mar.

O exercício resultou em algumas propostas como a implantação de jardins de chuva nos espaços entre os prédios e sobre as lajes para evitar alagamentos, de biovaletas para coleta, filtração da água da chuva e transporte da água tratada para os canais que circundam a área, de ciclovia ao redor do conjunto e de estação de tratamento de esgoto para evitar a poluição do mangue que fica ao lado do empreendimento.

O evento foi financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por intermédio de convênio firmado com a CDHU. Parte dos recursos do convênio é aplicado no desenvolvimento dos profissionais para melhoria dos programas habitacionais.

(Redação - InvestNews)