Banco da China pede confiança e Xangai fecha em alta

SÃO PAULO, 6 de junho de 2007 - As bolsas de Xangai e Shenzhen encerraram o pregão em alta nesta quarta-feira, com o índice Xangai Composto se recuperando após as fortes perdas observadas na semana passada.

Os investidores ainda permaneciam cautelosos durante a sessão, temendo por novas medidas para desaquecer as bolsas do país. No entanto, o Banco Popular da China fez um comunicado solicitando o aumento da confiança no mercado local.

"Os fundamentos econômicos da China são bons e a intenção dos controles macroeconômicos do governo chinês está muito clara. Se trata de assegurar um mercado saudável, em alta", declarou Wu Xiaoling, vice-governadora do Banco Popular da China, em entrevista concedida às agências internacionais.

A notícia acalmou os investidores e fez o índice Xangai Composto subir 0,24%, para 3.776,32 pontos, com volume de negócios de 175,2 bilhões de iuanes (US$ 22,942 bilhões). Já em Shenzhen, o índice apresentou ganho de 2,66%, para 12.338,18 pontos, com volume de negócios de 99,664 bilhões de iuanes (US$ 13,051 bilhões).

Para os próximos dias, os analistas prevêem queda da volatilidade no mercado chinês, já que o governo do país asiático reiterou que a variação nos preços das ações não afetará a sua economia.

(Marcel Salim - InvestNews)