Anvisa quase quadriplica registro de genéricos

São Paulo, 5 de maio de 2007 - A Agência Nacional de Vigilância em Saúde (Anvisa) informou hoje (5) ter quase quadruplicado o número de registros de medicamentos genéricos no ano passado, em relação a 2002: de 893, o número chegou a mais de 3 mil.

Segundo o presidente da Anvisa, Dirceu Raposo de Mello, esse aumento está relacionado à aceitação do público e à competência das indústrias brasileiras. 'O genérico é a possibilidade de diminuir o preço dos medicamentos e manter a qualidade e a eficácia do produto, comparado à versão original', afirmou. O medicamento genérico possui o mesmo princípio ativo de remédios de referência, mas sem o nome fantasia da empresa farmacêutica que o registrou, por isso custa menos.

O anúncio da Anvisa foi feito durante audiência pública na Câmara dos Deputados para apresentar à Comissão de Seguridade Social de Família um balanço da atuação do órgão no ano passado. Durante a apresentação, o deputado Geraldo Thadeu (PPS-MG) elogiou a política de transparência e a credibilidade do órgão: 'A cada ano esse trabalho [da Anvisa] dá tranquilidade a população'.

A transparência também foi um dos pontos destacados pelo Anvisa - o balanço aponta que em 2006 foram realizadas mais de 90 consultas públicas, além de oito audiências para regulamentar normas sanitárias e de comercialização. Em uma das reuniões com a população, cerca de 400 participantes discutiram a regulamentação da publicidade de bebidas alcoólicas .

Segundo Mello, o objetivo da Agência "é fazer com que o processo de construção do marco regulatório seja transparente e que seja cumprido e observado pela sociedade aquilo que foi regulado".

As informações são da Agência Brasil.

(Redação - Investnews)