Dia dos Namorados aquece mercado de jóias

SÃO PAULO, 5 de junho de 2007 - O consumo de jóias de ouro para o dia dos namorados representa 12% dos R$4,5 bilhões esperados para o ano de 2007 de acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM). As alianças representam 22% desse total como o terceiro item mais vendido, depois de anéis e brincos.

Segundo o gerente da relojoaria "A Suissa" Alexander Medeiros, quando o dia dos namorados se aproxima é possível observar nas lojas da rede um aumento de mais de 30% na procura por alianças.

De acordo com a empresa, as alianças já deixaram de ser apenas uma opção de presente para quem vai casar. Abrangem, agora, um número muito maior de consumidores que vão desde os jovens que querem começar a namorar até noivos e pessoas casadas que querem adquirir um modelo mais moderno.

Segundo Medeiros, em número de peças vendidas, as alianças de ouro têm a mesma saída do que as de prata, mas é possível afirmar que a maioria das de prata é vendida para casais com menos de 20 anos. Entre os jovens, é comum o uso de alianças como símbolo de compromisso.

(Redação - InvestNews)