Siderúrgicas puxam ligeira alta de 0,08% em Tóquio

SÃO PAULO, 4 de junho de 2007 - A Bolsa de Tóquio fechou em alta. O índice Nikkei 225 alcançou seu maior nível em três meses e encerrou o pregão com ligeiro avanço de 0,08%, para 17.973,42 pontos, impulsionado pelo bom desempenho das companhias siderúrgicas e do transporte marítimo.

As preocupações com a queda das bolsas chinesas provocaram cautela entre alguns investidores no Japão, ainda temerosos pela possibilidade da China anunciar novas medidas para desaquecer o mercado local. No entanto, os analistas se mostram otimistas para que o Nikkei alcance os 18 mil pontos ainda nesta semana, desde que os mercados dos EUA e Europa permaneçam fortes.

As ações da Kobe Steel lideraram a alta da sessão e dispararam 6,06%. Os papéis Japan Steel avançaram 4,70% e os da JFE Holdings apresentaram ganho de 3,04%.

A notícia de que as operadoras de contêineres esperam uma média de aumento entre 6% e 7% nos preços dos fretes entre o Japão e os EUA beneficiou os títulos das empresas de transporte marítimo. As ações da Nippon Yusen registraram avanço de 5,20%.

A valorização do dólar frente à moeda japonesa impulsionou as altas nas ações exportadoras, em especial na indústria automotiva. Os papéis Mazda tiveram ganho de 1,63%. Já os títulos da Toyota cresceram 1,21% e os da Nissan avançaram 1,13%.

(Marcel Salim - InvestNews)