Super Simples é vantagem em 97% dos casos, diz Rachid

BRASÍLIA, 1 de junho de 2007 - O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, avalia que 97% dos empresários que migrarem do Simples Federal para o Super Simples terão redução da carga tributária. A afirmação foi feita nesta sexta-feira em entrevista que detalhou o início da operação do novo sistema em julho. Empresários com faturamento próximo de R$ 2 milhões, cita o secretário, têm de fazer as contas para ver se o Super Simples vale a pena.

Segundo Rachid, a adesão ao novo sistema é vantajosa para 97% dos micro e pequenos empresários. Portanto, ele admitiu que há uma pequena faixa que pode pagar mais impostos se aderir ao Super Simples. ´No final da curva de faturamento (próxima ao limite de R$ 2,4 milhões por ano), em alguns setores como os serviços, é preciso fazer as contas e o empresário precisa estar atento. Por isso, o sistema é optativo´, disse.

(Fernando Nakagawa - InvestNews)