Índice próximo dos 53 mil pontos

SÃO PAULO, 1 de junho de 2007 - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue em alta acompanhando o movimento de compra observado nos mercados norte-americanos. Há pouco, o Ibovespa avançava 1,21%, para 52.901 pontos. O índice busca os 53 mil pontos, atingindo na máxima da manhã os 52.999 pontos. O giro financeiro estava em R$ 1,42 bilhão.

Dow Jones sobe 0,19%, enquanto a Nasdaq ganha 0,47%. Os investidores reagem a uma série de dados econômicos positivos. A criação de novos empregos superou as expectativas e os norte-americanos estão mais confiantes e consumindo mais. Além disso, a atividade na indústria dá sinal de reaquecimento.

Dentro do índice, destaque de alta para a Brasil Telecom ON (BRTP3) que subiu 5,46%, para R$ 51,68. A Telemar (TNLP3) subia 2,25%, para R$ 74,03. A Portugal Telecom reconheceu o interesse de negociar com a companhia. Ontem, o Diário Econômico de Portugal disse que mesa diretora da PT aprovou um plano para a fusão das duas empresas.

Destaque de alta para as siderúrgicas. A CSN (CSNA3) subia 4,06%, para R$ 103,14. A Gerdau (GGBR4) ganhava 3,26%, para R$ 44,65. E a Usiminas (USIM5) subia 1,16%, para R$ 108,25.Bom desempenho também para a fabricante de papéis Klabin (KLBN4), com alta de 3,62%, para R$ 6,58.

A AmBev (AMBV4) ganhava 2,72%, para R$ 1.341. Volta a ganhar força os boatos de uma possível fusão entre a belga InBev e a norte-americana Anheuser-Busch, dona da marca Budweiser.

As ações da JBS (JBSS3) mantêm o movimento de alta iniciado depois da compra da norte-americana Swift. Com a compra, a Friboi passa ser o maior frigorífico do mundo. Há pouco, o papel subia 4,32%, para R$ 8,45.

Alta também para a BR Malls (BRML3), com ganho de 4,47%, para R$ 21,93. A administradora de shopping centers, que mantém uma agressiva postura de aquisições, também indicou que passará a investir em projetos na planta, buscando ampliar sue portfólio.

A Anhanguera Educacional (AEDU11) ganhava 0,74%, para R$ 26,20. Em breve a companhia terá duas concorrentes também listadas, ontem a Estácio Participações e a Kroton protocolaram pedido de oferta junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

(EC - InvestNews)