Enel aumenta participação na Endesa

SÃO PAULO, 1 de junho de 2007 - A empresa elétrica italiana Enel aumentou a participação direta na espanhola Endesa para 24,97%. A operação ocorreu após a italiana executar contratos de derivados (equity swaps) assinados com o grupo suíço UBS e o banco italiano Mediobanca. A execução dos contratos permitiu a Enel obter 14,98% adicionais da Endesa, da qual já possuía 9,99% de forma direta.

A Comissão Nacional da Energia (CNE) espanhola havia autorizado em abril passado a Enel a aumentar a participação na empresa elétrica até 24,9%, abaixo do limite de 25%, que a obrigaria a lançar uma Oferta Pública de Aquisição (OPA), segundo a legislação espanhola.

A operação da Enel faz parte do projeto de OPA conjunta com a construtora espanhola Acciona sobre a Endesa, que prevê um preço de ? 41,3 por ação da empresa elétrica espanhola, valorizando em mais de ? 43 bilhões.

A Enel executou nesta sexta-feira os contratos que havia assinado há três meses com UBS e Mediobanca para obter 74.112.648 ações do grupo suíço e 84.488.949 ações do banco italiano. Agora, o grupo elétrico italiano passou a controlar 264.401.597 ações da Endesa e 24,97% do capital social da empresa espanhola.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)