ABN Amro substituirá diretor-financeiro em agosto

Agência EFE

HAIA - O banco holandês ABN Amro substituirá a partir de 1º de agosto seu atual diretor-financeiro e membro do conselho de administração, Hugh Scott-Barrett, após este apresentar sua demissão, em uma mudança 'lógica' após a fusão proposta pelo britânico Barclays, anunciou nesta quinta-feira a entidade em um comunicado.

Segundo Scott-Barrett, sua 'demissão é um passo lógico' após ter rejeitado 'o cargo ofertado na nova entidade surgida após a fusão entre o Barclays e o ABN Amro'.

Scott-Barrett - que trabalha no ABN Amro desde 1996 - acredita que esta decisão permitirá a ele 'olhar o futuro e explorar novas opções' em sua carreira.

O atual diretor-executivo da divisão de gestão de ativos do ABN e membro do conselho de administração, Huibert Boumeester, será o sucessor de Scott-Barrett.

Boumeester está na companhia desde 1987 e ocupou vários cargos de diretor em escritórios do banco na Europa e na Ásia.

O presidente do conselho de administração do ABN, Rijkman Groenink, elogiou a dedicação de Scott-Barrett à entidade, afirmando que 'é uma das mentes financeiras mais brilhantes' do setor, com uma ampla 'experiência e habilidade'.