Fed mantém juros em 5,25% ao ano

SÃO PAULO, 9 de maio de 2007 - O Comitê Federal para o Mercado Aberto (FOMC), do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), manteve inalterada a taxa de juros norte-americana em 5,25%. A decisão veio em linha com o esperado pelo mercado. Desde agosto do ano passado, a taxa é mantida neste patamar.

No comunicado divulgado junto com a decisão, a autoridade monetária reconhece a perda de força na economia no primeiro trimestre do ano e indica que o fraco desempenho se deve ao movimento de ajuste observado no setor imobiliário. No entanto, a percepção é de que a economia seguirá crescendo de forma moderada nos próximos trimestres.

A percepção quanto à inflação segue a mesma. "O núcleo da inflação permanece de algum modo elevado. E embora as pressões inflacionárias tendam a moderar com o passar do tempo, o elevado nível de utilização de recursos tem o potencial de sustentar estas pressões."

O último parágrafo do comunicado também segue inalterado, com o Fed indicando como sua maior preocupação a possibilidade da inflação não perder força conforme o esperado. As possíveis ações de política monetária seguem condicionadas à evolução das perspectivas para a inflação e crescimento econômico, assim como a apresentação dos dados relacionados.

A reação na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) foi nula, com o índice mantendo o forte movimento de alta. Há pouco, o indicador subia 1,38%, para 50.970 pontos. Em Nova York, Dow Jones e Nasdaq mantêm a trajetória indefinida. Dow opera estável e Nasdaq cai 0,13%.

(Eduardo Campos - InvestNews)