Lucro líquido da BASF sobe 9% no primeiro trimestre

Agência EFE

FRANKFURT - O maior grupo químico do mundo, a BASF, registrou no primeiro trimestre do ano um lucro líquido de ¬ 1,04 bilhão (US$ 1,414 bilhão), 9% a mais que no mesmo período de 2006.

Segundo informou nesta quinta-feira a companhia, o volume de negócios entre janeiro e março subiu 17%, para ¬ 14,6 bilhões (US$ 19,856 bilhões) em comparação com o ano anterior.

A BASF explicou que a melhora se deve às aquisições de 2006 e ao aumento das vendas, além do aumento dos preços de venda de seus produtos químicos.

O presidente da BASF, Jürgen Hambrecht, pretende conseguir em 2007 um lucro operacional sem efeitos extraordinários (Ebit) pelo menos igual ao de 2006, que foi de ¬ 7,2 bilhões (US$ 9,792 bilhões).