Lucro da Siemens sobe 36% no segundo trimestre fiscal

Agência EFE

FRANKFURT - O grupo industrial alemão Siemens registrou entre janeiro e março, o segundo trimestre de seu ano fiscal, o lucro líquido de ¬ 1,259 bilhão (US$ 1,712 bilhão), 36% a mais que no mesmo período do ano anterior.

A Siemens, que antecipou a apresentação dos resultados trimestrais prevista inicialmente para amanhã, melhorou o faturamento no trimestre em 10%, chegando a ¬ 20,626 bilhões (US$ 28,051 bilhões).

O conselho do grupo industrial alemão decidirá hoje a prorrogação do contrato de seu presidente, Klaus Kleinfeld, que assumiu o posto em janeiro de 2005.

Após vários meses de denúncias de supostos casos de corrupção na companhia, o presidente do conselho, Heinrich von Pierer, renunciou na semana passada.

Pierer, de 66 anos, era presidente da Siemens na época dos supostos pagamentos de subornos. Ele abandonará o cargo nas próximas semanas.

Apesar dos escândalos de corrupção e crises na cúpula, a Siemens registrou bons resultados, que superaram as previsões dos analistas.

O lucro operacional entre janeiro e março subiu 49%, até ¬ 1,964 bilhão (US$ 2,671 bilhões), em comparação com os números dos mesmos meses do ano anterior.

Na abertura do pregão, as ações da Siemens subiam 1,5% na Bolsa de Frankfurt.