BM&F lança contrato futuro de etanol

SÃO PAULO, 24 de abril de 2007 - A Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) lançou hoje o tão esperado contrato futuro de etanol. De acordo com o diretor de Derivativos Agropecuários e Energia da Bolsa, Félix Schouchana, o produto do contrato será o álcool anidro carburante, que será negociado em dólar por metros cúbicos. O tamanho do contrato é de 30 metros cúbicos, equivalente a 30 mil litros de álcool anidro carburante. O contrato também será livre de impostos e tarifa. A formação do preço será a do porto de Santos. Segundo Schouchana, o mercado de etanol criará liquidez em escala global.

Na opinião do ex-ministro da Agricultura, Luis Carlos Guedes Pinto, há expectativa de sucesso do contrato. Porém, existem riscos "desses solavancos", ou seja, de haver superprodução de etanol. "Estamos preocupados com o ordenamento da expansão do etanol. Precisamos ordenar este setor, entre os sete ministérios que coordenam este mercado, além do setor privado", disse o ex-ministro.

Os japoneses, interessados por esse segmento, sempre colocam em discussão a estabilidade do fornecimento do etanol e dos preços.

Schouchana e Guedes Pinto participaram hoje do seminário Perspectivas para o Agribusiness em 2007 e 2008, promovido pela BM&F.

(Viviane Monteiro - InvestNews)