Colheita do arroz está no fim

SÃO PAULO, 20 de abril de 2007 - Os produtores intensificaram a colheita do arroz durante esta semana e o processo evoluiu para 90% no Rio Grande do Sul. De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) hoje, a produtividade se manteve estável em 6,8 mil quilos por hectare, acima da estimativa inicial projetada em 6,5 mil quilos por hectare.

Para o pesquisador Valmir Menezes, os rendimentos devem permanecer nos patamares atuais até o final da colheita. Fronteira Oeste e Campanha, regiões com 93% da área colhida, lideram a evolução do processo e provavelmente terão os primeiros municípios a encerrar a colheita, como Rosário do Sul (98%) e Itaqui (96%).

Porém, o destaque vem da Depressão Central. Em Caçapava do Sul, a produtividade chegou a 7,51 mil quilos por hectare. Até o momento, o município tem o melhor rendimento das lavouras gaúchas. Conforme o agrônomo do Irga João Pedro Ferreira, o resultado é fruto da adoção das tecnologias do Projeto 10. 'Nesta safra todos os produtores do município adotaram direta ou indiretamente o Projeto', afirma. Ele ressalta, ainda, que mais de 90% dos arrozeiros plantaram na época recomendada pelo Irga.

(Neila Baldi - InvestNews)