Lucro da Merck sobe 12%

SÃO PAULO, 19 de abril de 2007 - O lucro da Merck & Co apresentou alta de 12% no primeiro trimestre de 2007, totalizando US$ 1,7 bilhão, ou US$ 0,78 por ação. O resultado foi impulsionado pela forte de venda dos medicamentos voltados para o combate da asma e colesterol.

No período, as vendas avançaram cerca de 7%, somando US$ 5,77 bilhões. As vendas do Singular, medicamento contra asma e alergias, subiram 25%, para US$ 1 bilhão. Os remédios para combate ao colesterol, Zetia e Vytorin, avançaram 47%, para US$ 1,2 bilhão. Como os medicamento foram desenvolvidos em parceira com a Schering-Plough, as empresas dividem a receita.

A Merck ainda responde a 27.250 processo pessoais relacionados ao Vioxx, medicamento de grande sucesso, que depois foi proibido por aumentar as chances de problemas cardiovasculares. A companhia indicou que neste trimestre não aumentou as provisões para os possíveis pagamentos. No entanto, a quantia provisionada para litígios é de US$ 1,64 bilhão.

(Redação - InvestNews)