Criação de CPI desgasta o governo, afirma Chinaglia

BRASÍLIA, 19 de abril de 2007 - O presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP), afirmou hoje que a criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) desgasta o governo. "CPI sempre traz o elemento de desgastar o governo. Qualquer CPI e qualquer governo", disse Chinaglia, referindo-se à proposta de instauração da CPI do Apagão Aéreo.

Chinaglia ressaltou que, se a CPI for criada, outros trabalhos da casa precisarão continuar normalmente. "Espero que, se vier a ocorrer a CPI, essa não seja a única atividade de relevância. Temos temas nacionais. A Câmara, se vier a ter CPI, continuará normalmente com todos os temas", destacou.

Ontem, senadores da oposição protocolaram na Mesa Diretora do Senado requerimento pela abertura de uma CPI para investigar a crise no setor aéreo. Na Câmara, os parlamentares já haviam feito um pedido de instalação de CPI sobre o mesmo tema, mas a decisão será dada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no próximo dia 25.

As informações são da Agência Brasil.

(Redação - InvestNews)