Petrobras decide recorrer de decisão do Cade sobre Ipiranga

Agência JB

RIO - O presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, não considera "adequada" a decisão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) nesta quarta-feira sobre a compra da rede de postos de gasolina Ipiranga feita por Petrobras e grupos Ultra e Brasken. O conselheiro Luís Fernando Rigato Vasconcelos, do Cade, emitiu medida cautelar restringindo a fusão até que o Cade tome uma decisão final sobre o assunto.

- Vamos recorrer na medida do possível e defender nosso ponto de vista junto ao Cade - afirmou a jornalistas, após audiência pública na Comissão Especial de Lei do Gás, da Câmara dos Deputados.

- Consideramos que a operação é pró-competitiva e não não-competitiva - afirmou.

Gabrielli anunciou que a operação financeira de compra foi concluída hoje e o restante está dentro do cronograma previsto.

A decisão da Petrobras de recorrer da decisão foi informada por Gabrielli ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva em reunião esta manhã. A ação contra a compra da Ipiranga, que resultou na decisão do Cade, foi feita pelos ministérios da Fazenda e da Justiça.