Luciano Coutinho assume o BNDES

REUTERS

BRASÍLIA - O economista Luciano Coutinho substituirá Demian Fiocca na presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), informou nesta quarta-feira uma fonte do Palácio do Planalto.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva está reunido com Coutinho e com o ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, para formalizar o convite.

Coutinho, que já foi secretário-executivo do Ministério de Ciência e Tecnologia, é sócio-diretor da LCA Consultores.

O nome dele já vinha sendo citado como uma opção de Lula para o comando do BNDES, que é vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Professor da Universidade de Campinas (Unicamp), Coutinho, de 54 anos, é Ph.D em Economia pela Universidade de Cornell, com uma tese sobre a internacionalização do capital dos oligopólios.

Especialista em economia industrial e internacional, ele coordenou avaliações sobre a competitividade da indústria brasileira.

Coutinho é considerado um economista desenvolvimentista, assim como o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Além de diversos artigos em jornais, o novo presidente do BNDES aparece como autor, organizador ou colaborador em pelo menos 26 livros, a maioria deles tratando de competitividade.