Gestão financeira ajuda no lucro da VCP

SÃO PAULO, 18 de abril de 2007 - A Votorantim Celulose e Papel (VCP) conseguiu ampliar seu lucro líquido no primeiro trimestre, ao mesmo tempo em que reestrutura seu foco de produção com investimentos mais robustos na produção de celulose do que na de papel. A empresa alcançou um lucro de R$ 159 milhões até março. A cifra é 3% superior ao primeiro trimestre de 2006. Um dos fatores que elevou o resultado foram a utilização de proteções cambiais que a empresa possui e que fizeram com que ela se beneficiasse da valorização do real frente ao dólar durante o início deste ano.

"Tivemos três movimentos paralelos sendo administrados para chegar a este resultado. O primeiro foi o movimento de mercado com demanda forte, o segundo foram nossos instrumentos financeiros para se proteger de riscos cambiais e finalmente conseguir administrar contas pela primeira sem aquela que foi nossa maior unidade de papel, a fábrica de Luiz Antônio", disse o gerente de relações com investidores da VCP, Alfredo Villares.

(Juan Velásquez - InvestNews)