Economista Luciano Coutinho é o novo presidente do BNDES

Agência JB

BRASÍLIA - O economista Luciano Coutinho foi confirmado no fim da tarde desta quarta-feira como o novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), em substituição a Demian Fiocca. O anúncio foi feito pelo porta-voz da Presidência da República, Marcelo Baumbach.

Professor titular do Instituto de Economia da Universidade de Campinas (Unicamp), Luciano Coutinho atuava, nos últimos anos, como consultor na área de investimentos. Dono da LCA Consultores, ele prestou serviço a grandes empresas como Vale do Rio Doce e Ambev. Apesar de não ter participado diretamente, em cargo, do primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Coutinho auxiliou na construção da política econômica, graças ao seu relacionamento com integrantes do Partido dos Trabalhadores (PT). O economista chegou a ser sondado para compor o ministério em 2002, mas não aceitou.

Autor de vários estudos na área industrial, o professor é considerado um desenvolvimentista e tem idéias afinadas com alguns dos principais economistas petistas, como a professora Maria da Conceição Tavares, o senador Aloizio Mercadante (SP) e o ministro da Fazenda, Guido Mantega. O atual secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Bernard Appy, era sócio de Coutinho na LCA. Luciano Coutinho formou-se em economia em 1968 pela Universidade de São Paulo (USP), onde também coordenou o programa de pós-graduação de 1974 a 1979.

Em 1980, foi professor visitante na Universidade do Texas. Em janeiro de 1994, na Universidade de Paris XIII, também foi professor visitante e palestrante. Na administração pública, atuou como secretário-geral do Ministério da Ciência e Tecnologia entre 1985 e 1988. Foi ainda consultor do Sebrae, do Banco do Nordeste e de governos estaduais. Venceu o Prêmio Gastão Vidigal em 1967. Em 1980, recebeu, da Universidade do Texas,o título Edward L. Tinker Professor. A Unicamp concedeu-lhe a Bolsa de Reconhecimento Acadêmico Zeferino Vaz em 1996.