Inflação britânica chega a 3,1%, maior nível em 10 anos

Londres- A inflação anual no Reino Unido subiu para 3,1% em março, seu nível mais alto em 10 anos, informou nesta terça-feira o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS).

O resultado supera em mais de um ponto a meta de inflação de 2% fixada pelo Governo. O presidente do Banco da Inglaterra (central), Mervyn King, deve enviar uma carta explicativa ao ministro das Finanças, Gordon Brown.

O número publicado hoje, superior aos 2,8% do mês anterior, é pior do que o esperado pelo mercado e reforça os temores de que o Banco da Inglaterra eleve no próximo mês as taxas de juros, que estão atualmente em 5,25%.

Segundo a ONS, as principais causas do aumento da inflação são o aumento do custo da alimentação e das bebidas não alcoólicas e a alta dos preços do petróleo em março.

Os analistas opinam que a inflação também pode levar a moeda britânica a uma desvalorização recorde. A previsão é de chegar a US$ 2 por libra esterlina.

Às 6h15 (de Brasília), a moeda britânica era cotada a US$ 1,999.

EFE