Jornal do Brasil

Economia - Negócios e Marketing

HiperMuseus reúne especialistas de cultura digital, sustentabilidade econômica e ativismo na Casa Firjan

Programa gratuito, com inscrições abertas, vai reunir o diretor digital do Museu Van Gogh, em Amsterdam, Martjin Pronk, o Consultor de Inovação da Argentina Marcelo Iniarra, a diretora do Instituto Inhotim, Renata Bittencourt, entre outros, para discutir inovação em museus e centros culturais

Jornal do Brasil

O HiperMuseus, programa pioneiro na área de museus e centros culturais e idealizado por Lucimara Letelier e Mariana Várzea, promove o seminário “Como a hiperconexão transforma museus e realidades?”, nesta terça (20), na Casa Firjan. O objetivo é pensar os museus como agentes de mudanças hiperconectados. Para isso, reunirá especialistas nacionais e internacionais de cultura digital, museus e centros culturais para debater os seguintes temas: Relevância Digital, Causas e Ativismo na rede e Sustentabilidade Econômica no Mundo Digital. Serão apresentados experiências, reflexões e estudos de caso em um formato aberto ao debate.

Macaque in the trees
HiperMuseus é integrado a um movimento global de museus (Foto: Luciola Villela/Divulgação)

“O objetivo do programa é inspirar os museus a trabalharem as causas contemporâneas, os integrando a uma rede de profissionais apta a manejar as tecnologias digitais, e a ajudá-los a repensar seus conteúdos para maior mobilização social e sustentabilidade ”, explica Lucimara Letelier, diretora do Museu Vivo e uma das curadoras do programa. As inscrições podem ser feitas pelo link: www.firjan.com.br/eventos/hiper-museus.htm

Divido em três painéis, o seminário conta com especialistas de diversas áreas como Tecnologias Digitais, Crowdfunding, Museus de Bases Comunitárias, Captação Online, Cultura Maker, Novas Economias, Movimentos Sociais digitais, que debaterão sobre os espaços dos museus e como criar novas realidades para sua atuação social e digital. O diretor de comunicação digital do Van Gogh Museum, Martjin Pronk, falará sobre a posição e a importância dos museus no mundo digital.

“Especialistas em marketing afirmam que estamos nos movendo para aumentar a segmentação digital. Somos capazes de segmentar grupos de nicho com interesses específicos. Esta abordagem pontual é especialmente interessante para museus menores e mais especializados, porque agora é totalmente viável que eles possam construir uma comunidade on-line vibrante”, relata Martjin Pronk. O espaço está entre os cinco museus de arte no mundo que mais engaja digitalmente, com 2 milhões de seguidores no Facebook.

Já o argentino Marcelo Iniarra, profissional de inovação, mobilização pública e captação de recursos, fará palestra sobre sustentabilidade econômica no mundo digital. Participarão ainda do Seminário Internacional HiperMuseus representantes do Museu do Amanhã, Museu de Favela (MUF), Museu das Telecomunicações, Museu do Inhotim, Movimento Nossas, Museu Judaico de São Paulo, IBRAM, Benfeitoria, entre outros.

Para as idealizadoras e curadoras do programa, os museus têm importante papel social na comunidade em que ele está inserido. Segundo a museóloga Mariana Várzea, idealizadora e curadora do HiperMuseus, “o museu é um potente gerador de significados, um lugar de encontro e garantia da diversidade social. Essas vocações podem ser ampliadas por meio da cultura digital. Para isso as instituições e seus profissionais precisam desenvolver habilidades e ferramentas nas novas tecnologias”, avalia.

O seminário integra o programa HiperMuseus 2019, idealizado pela Inspirações e pelo Museu Vivo, tem patrocínio da Oi e do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e Lei Estadual de Incentivo a Cultura, correalizacao do Oi Futuro e parceria com a Casa Firjan. São apoiadores institucionais a Superintendência de Museus da Secretaria de Estado de Cultura, o Instituto Brasileiro de Museus, e recebe o apoio internacional do Consulado dos Países Baixos e do Conselho Brasileiro Internacional de Museus (ICOM-BR).

Laboratório de Inovação HiperMuseus

Entre os dias 21 a 23 de agosto, acontece na Casa Firjan o Laboratório de Inovação HiperMuseus, liderado pelo argentino Marcelo Iniarra, profissional sênior de inovação, mobilização pública e captação de recursos com mais de 30 anos de experiência, em conjunto com as equipes do HiperMuseus, da Casa Firjan e do Lab Oi Futuro. Participarão do laboratório 42 profissionais selecionados pelo edital aberto em junho desse ano.

Data Corpus – a vida decodificada

Durante o evento, os participantes poderão conhecer a exposição “Data Corpus – A vida decodificada”, em cartaz na Casa Firjan. A mostra traz arte digital, instalações e atividades interativas sobre o amplo universo da análise de dados. Antes mais familiar aos campos da tecnologia e da ciência, o monitoramento de dados passou a fazer parte da vida cotidiana na medida em que ferramentas digitais começaram a monitorar diariamente os mais variados tipos de dados, como quantidade de “likes”, calorias perdidas, batimentos cardíacos ou distância percorrida.

Serviço: 20 de agosto – Seminário Internacional - Como a Hiperconexão transforma Museus e Realidades? – Casa Firjan – das 9h às 18h / Inscrições pelo site da Casa Firjan: www.firjan.com.br/eventos/hiper-museus.html / Contato: www.hipermuseus.com / 21 a 23 de agosto – Laboratório de Inovação – Casa Firjan