Jornal do Brasil

Economia - Balcão de Emprego

Cerca de 25 mil vagas de empregos temporários vão surgir no estado do Rio de Janeiro até o fim do ano

Contratação de temporários será a melhor dos últimos 10 anos. A maior parte das contratações devem ocorrer até novembro

Jornal do Brasil REDAÇÃO JB, redacao@jb.com.br

Levantamento do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises do Rio de Janeiro (IFec RJ) revelou dados sobre a perspectiva de contratação de temporários para o fim do ano, período mais aguardado pelos empresários do comércio. Segundo resultado do estudo, aproximadamente 43,3 mil estabelecimentos fluminenses pretendem realizar ou já realizaram contratações provisórias para a alta temporada. Com isso, entre os meses de setembro e dezembro, cerca de 25 mil vagas serão ofertadas. Na análise do IFec RJ, a contratação de temporários será a melhor dos últimos 10 anos.

 

O setor de beleza (salões e cabelereiros) é o que mais demonstrou a intenção de empregar temporários, com 21% das expectativas de contratação. Em seguida, estão empatados os restaurantes e as lojas de vestuários e acessórios, ambas com 13% das intenções de vagas para as festas de fim do ano.

A pesquisa mostrou ainda que as contratações já começaram a ser feitas e que devem atingir seu ponto mais alto no mês de novembro, alcançando 38,5% da expetativa de novos contratos. Mas as oportunidades de emprego não param por aí. Em dezembro, 25,1% dos novos empregos temporários devem ser ofertados, demonstrando a importância do Natal e do Réveillon para o comércio em geral.

Segundo o IFec RJ, dos 45,5% dos estabelecimentos que vão realizar contratações, 9,1% pretendem manter os funcionários até março, 16,4% tem a intenção de reter os temporários até fevereiro e 15,7% poderão continuar com os empregados até janeiro. Outros 34,3% dos contratos devem permanecer com a vaga até dezembro.

A sondagem ocorreu no mês de outubro e contou com a participação de 767 empresários do estado do Rio de Janeiro.

Sobre a Fecomércio RJ

A Fecomércio RJ é formada por 59 sindicatos patronais fluminenses e tem como objetivo representar os interesses do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado. A Federação reúne em torno de 342 mil empresas, que correspondem por quase 2/3 da atividade econômica do estado do Rio de Janeiro, isso representa 71% dos estabelecimentos fluminenses, gerando 1,8 milhões de empregos formais, nada menos que 64% das vagas com carteira assinada. Além disso, a Fecomércio RJ administra, no estado do Rio, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comércio (Senac).