Jornal do Brasil

Economia - Balcão de Emprego

Com mais de 35 vagas abertas, Serasa Consumidor está recrutando profissionais em São Paulo e Blumenau

Com oportunidades que vão do marketing até a área de tecnologia, a startup pretende ampliar ainda mais sua gama de talentos

Jornal do Brasil REDAÇÃO JB, redacao@jb.com.br

Em um país com mais de 13 milhões de desempregados, empresas inovadoras vão contra a esta triste realidade e estão em busca de talentos para seus times. É o caso do Serasa Consumidor, startup e braço da Serasa Experian. A empresa está de braços abertos para profissionais de diversas áreas, como marketing, tecnologia e até produção de eventos.

Macaque in the trees
Serasa Consumidor busca profissionais de áreas como marketing, tecnologia e até produção de evento (Foto: StockSnap/Pixabay)

As vagas em aberto são: Analista de marketing B2B, Android developer, UI (mobile), QA, analista segurança da informação, analista de dados, desenvolvedor(a) ios, analista de novos negócios, analista de marketing, especialista em eventos, devpos, backend developer, dev front (react, angular), software engineer, squad leader, coordenador de governanças TI e product owner. Para participar dos processos seletivos, basta acessar o site do Serasa Consumidor, clicar na vaga de interesse e preencher o cadastro com as informações necessárias.

A empresa, que está mudando a realidade financeira de milhões de brasileiros, oferece diversos benefícios, como: salários atrativos, plano médico e odontológico, vale alimentação e refeição, seguro de vida, participação dos lucros anual, previdência privada e vale transporte.

Para Daniel Ebbesen, responsável pela área de recursos humanos da startup, “O número de vagas abertas está muito relacionado com o crescimento da empresa. Estamos com mais de 35 vagas disponíveis nos dois escritórios e 57% delas é destinada para a área de tecnologia. Basicamente, isso se traduz no objetivo que temos em desenvolver mais rápido novas soluções para o momento da vida financeira dos consumidores”, afirma Ebbesen.