Comisão de Valores Mobiliários vai investigar troca de presidente da Petrobras

.

Arquivo/Agência Brasil
Credit...Arquivo/Agência Brasil

A CVM, autarquia fiscalizadora da indústria de valores mobiliários, vinculada ao Ministério da Economia, deve iniciar uma investigação nesta segunda-feira após o anúncio do presidente Jair Bolsonaro sobre a mudança de CEO da Petrobras.

Bolsonaro anunciou pela primeira vez nas redes sociais a nomeação do ex-general Joaquim Silva e Luna para substituir o atual CEO Roberto Castello Branco para dirigir a Petróleo Brasileiro SA, como a empresa é formalmente conhecida, após o fechamento do mercado na sexta-feira.

“Esperamos que a divisão de fiscalização inicie uma investigação”, disse uma fonte à agência Reuters, que pediu anonimato porque a informação é confidencial.

Na quinta-feira, Bolsonaro já havia dito em uma transmissão ao vivo em sua conta do Facebook que faria mudanças na estatal, e reclamou da alta nos preços do diesel.

As ações da Petrobras despencaram na sexta-feira, com as ações ordinárias perdendo quase 8% e as preferenciais caindo 6,6%. A empresa perdeu 28 bilhões de reais (US $ 5,2 bilhões) em capitalização de mercado. (com agência Reuters)