Produção de petróleo saudita vai superar nível pré-ataque em outubro e novembro, diz ministro

A produção de petróleo da Arábia Saudita vai recuperar em Outubro e Novembro para níveis acima dos vistos antes dos ataques às instalações petrolíferas do país em Setembro, disse o Ministro de Energia, Príncipe Abdulaziz bin Salman, esta segunda-feira.

A produção do maior exportador global de petróleo atingirá 9,86 milhões de barris por dia (bpd) em Outubro e Novembro, disse o Ministro, durante um evento sobre investimentos promovido por sauditas e russos em Riade.

Macaque in the trees
Vista de instalação de petróleo da Aramco na Arábia Saudita (Foto: REUTERS/Maxim Shemetov)

A produção caiu em 660 mil bpd em Agosto, para 9,13 milhões de bpd, após o ataque, em 14 de Setembro.

Os ataques deixaram fora de produção metade da capacidade do país, ou 5% da oferta global, levando a um disparo dos preços do petróleo. Mas a rápida recuperação da produção e preocupações com a desaceleração da economia global reverteram as subidas.

O Príncipe Abdulaziz disse que a capacidade de produção saudita deve atingir 12 milhões de bpd no final de Novembro. As exportações atuais estão em cerca de 6,9 milhões de bpd.

Acrescentou que a Arábia Saudita irá continuar com cortes de produção voluntários, conforme acordado no pacto global de produtores, para impulsionar os preços. Os cortes são de 400 mil bpd.