Mercados monetários reduzem aposta corte taxas Banco Inglaterra e BCE com esperança Brexit

Os investidores reduziram rapidamente as expectativas de corte das taxas de juro na Grã-Bretanha e na Zona Euro na sexta-feira, com esperanças de um avanço nas negociações do Brexit a aliviarem os receios de uma deterioração das perspectivas econômicas para a região.

A libra esterlina subiu amplamente com esperanças de um avanço nas negociações do Brexit, após uma reunião entre os líderes britânicos e irlandeses, na quinta-feira.

Esse optimismo espalhou-se pelos mercados onde a incerteza do Brexit e as tensões de guerra comercial prejudicaram as perspectivas de crescimento econômico.

Na sexta-feira, as negociações do mercado monetário sugeriram que os investidores tinham cortado as apostas de cortes de taxas de curto prazo do Banco de Inglaterra e do Banco Central Europeu (BCE).

Os mercados monetários deixaram de precificar um corte de 25 pontos base pelo Banco de Inglaterra até o final de 2020, sugerem os futuros do mercado monetário. Este é um forte contraste face ao início desta semana, quando tal movimento foi totalmente ponderado, logo na primeira metade de 2020.

Na área do euro, as apostas de um corte de taxas em Dezembro, pelo BCE, também caíram. Os futuros do mercado monetário para a reunião de Dezembro do BCE mostraram que os investidores precificam agora uma probabilidade de apenas 20% de um corte de 10 pontos base, face à probabilidade de 40% que existia no início desta semana.