Jornal do Brasil

Economia

Preços do petróleo caem mais de 4% com fraqueza econômica e aumento de estoques nos EUA

Jornal do Brasil

NOVA YORK, 14 Ago - Os contratos futuros do petróleo despencavam mais de 4% nesta quarta-feira após temores com a demanda global serem renovados pelos fracos dados econômicos da China e da Europa, além de um acúmulo inesperado nos estoques norte-americanos de petróleo.

O petróleo Brent recuava 2,71 dólares, ou 4,42%, a 58,59 dólares por barril recuava 2,71 dólar, ou 4,42%, a 58,59 dólares por barril, às 13:17 (horário de Brasília).

O petróleo dos Estados Unidos caía 2,78 dólares, ou 4,87%, a 54,32 dólares por barril caía 2,78 dólar, ou 4,87%, a 54,32 dólares por barril.

A China divulgou dados fracos em julho, incluindo uma queda surpreendente no crescimento da produção industrial para uma baixa de mais de 17 anos, enfatizando o aumento das rachaduras na economia, à medida que a guerra comercial com os Estados Unidos se intensifica.

A desaceleração econômica global, amplificada por conflitos tarifários e pela incerteza sobre o Brexit, também está atingindo as economias europeias. Uma queda nas exportações inverteu a economia da Alemanha no segundo trimestre, mostraram dados.

O PIB da zona do euro praticamente não cresceu no segundo trimestre de 2019.

Uma segunda semana de acúmulo inesperado nos estoques de petróleo dos EUA aumentou a pressão sobre os mercados da commodity.

Os contratos de petróleo bruto norte-americanos cresceram 1,6 milhão de barris na semana passada, em comparação com as expectativas dos analistas para uma redução de 2,8 milhões de barris, uma vez que as refinarias cortaram a produção, informou a Administração de Informação de Energia (AIE), do governo dos EUA.

Com 440,5 milhões de barris, os estoques estavam cerca de 3% acima da média de cinco anos para esta época do ano, disse a EIA em seu relatório semanal.

(Por Bozorgmehr Sharafedin)

REUTERS RS