Neoenergia avalia projetos para atender demanda no mercado livre de energia, diz CEO

A elétrica Neoenergia, do grupo espanhol Iberdrola, tem fortes novos projetos de geração, voltados para a venda da produção no mercado livre de eletricidade, presidente da companhia, Mario Ruiz-Tagle.

"Estamos avaliando os novos projetos para a recuperação do mercado livre, principalmente por energia incentivada", afirmou o executivo, durante teleconferência de resultados com analistas e investidores.

A Neoenergia foi uma das primeiras vencedoras da produção de energia elétrica A-4, promovida pelo governo no último mês, quando negociou com a distribuição de 30% da produção de duas usinas eólicas, que somarão foi de 74 megawatts em capacidade.

A empresa agora está buscando obter mais de 70% dos seus negócios.

"Estamos prosseguindo com nossa comercialização, há uma demanda excessiva por parte do setor industrial", afirmou Tagle.

Segundo, a Neoenergia adotou, ao participar do leilão, premieras "conservadoras" para o preço que podem obter a energia dos parques e uma negociação no mercado livre, de forma a garantir uma rentabilidade do projeto.