Moody's vê como positiva a liquidação de negócios com ações em 2 dias na B3

A agência de classificação de risco Moody's avalia como positiva a redução de três para dois dias no período de liquidação de operações à vista com ações na B3, anunciada pela operadora de bolsa na segunda-feria.

Em comunicado nesta sexta-feira, a Moody's afirmou que o período mais curto de liquidação é positivo para a avaliação de crédito da B3 porque reduz o risco de exposição dela à sua clearing.

"Ao reduzir o tempo, a B3 fica exposta a um risco de crédito dos participantes do mercado por menos tempo porque o número agregado de operações e o valor de mercado delas em um dado momento são menores", afirmou a Moody's.

A agência também espera que a redução do período de liquidação vai ajudar a ampliar a liquidez do mercado acionário brasileiro. "Como resultado, recursos de investidores podem ser liberados para reinvestimento, aumentando o movimento do mercado acionário", afirmou a Moody's.

Segundo a agência, embora a B3 não tenha feito estimativa sobre quanto de seu caixa será liberado para outros propósitos, por conta da redução do tempo de liquidação, a decisão deixa a operadora de bolsa "em linha com normas internacionais, incluindo dos Estados Unidos e Europa".