Projeto une universidade e consultorias de empreendedorismo e RH para requalificar e recolocar profissionais acima dois 50 anos no mercado

Ao mesmo tempo em que aumenta a expectativa de vida dos brasileiros maiores são as dificuldades de profissionais acima dos 50 anos de se manter no mercado de trabalho. Dados do IBGE revelam que o número de empreendedores brasileiros de 50 a 59 anos saltou de 3,5 milhões em 2002 para 5,5 milhões em 2014. O aumento de 57% foi o maior entre as sete faixas etárias pesquisadas. No próximo dia 30, às 16h, o Instituto Gênesis, incubadora de empresas ligada à PUC-Rio, lança o projeto Empreendedor Sênior que tem, entre seus objetivos, a ajudar profissionais maduros a se reinventar. Também serão realizados cursos, rodas de conversa e um programa de estágio. As inscrições (gratuitas) se encerraram em poucos dias.

“O projeto do Empreendedor Sênior une universidade, consultorias de empreendedorismo e de RH com o objetivo de impulsionar encontros entre profissionais maduros com desejo de serem úteis à sociedade, contribuindo para aumentar a competitividade dos centros de ensino e empresas, através de compartilhamentos de suas experiências e habilidades no auxílio de seus setores críticos e desenvolvimento operacional”, explica o empresário, consultor e escritor Alfredo Laufer, do Centro de Empreendedorismo Universitário (CEU), uma das instituições participantes da iniciativa, que também conta com o apoio da PUC-Rio - responsável por oferecer cursos de requalificação aos profissionais seniores.

Em sua dinâmica, o projeto irá:

>> Selecionar candidatos

>> Fazer interseção e acompanhamento das metodologias

>> Ampliar o escopo científico e tecnológico (requalificação)

>> Divulgação do projeto nos Departamentos Acadêmicos para novas teses

>> Acompanhamento metodológico e avaliações de resultados dos estagiários e experts nas empresas incubadas do Instituto Gênesis

>> Divulgação empresarial, visando ampliar a aceitação do projeto

Números relacionados aos profissionais seniores

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), do IBGE, o país conta com 54,3 milhões de pessoas entre 40 e 59 anos. Desse total, cerca de 3 milhões estão fora do mercado embora demonstrem capacitação. São números que tendem a crescer, uma vez que a população está envelhecendo.

De acordo com o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), estima-se que 57% dos brasileiros ativos terão 45 anos ou mais em 2040. “Hoje, as organizações ainda dão preferência aos profissionais mais jovens, mesmo em igualdade de condições, e não possuem metodologia específica para a seleção de candidatos mais velhos”, observa Glauciane Hilário, da consultoria RH40+, voltada para este tipo de público e também participante do Empreendedorismo Sênior.

Ainda segundo o estudo Ipea, as empresas acreditam que as pessoas com mais de 50 anos são menos ágeis, menos criativas e têm mais dificuldade para se adaptar a novas tecnologias e a lideranças mais jovens. No entanto, 69% admitem dizem que profissionais mais velhos têm maior capacidade de solução de problemas.

Baseado em dados coletados entre 2009 e 2016 sobre a atividade empresarial de mais de 1,5 milhão de pessoas em 104 países, relatório especial do GEM (Global Entrepreneurship Monitor) sugere que o apoio especializado a empresários mais velhos poderia permitir benefícios para a estabilidade econômica, especialmente em economias em desenvolvimento.

Segundo o IBGE, o número de empreendedores brasileiros de 50 a 59 anos saltou de 3,5 milhões em 2002 para 5,5 milhões em 2014. O aumento de 57% foi o maior entre as sete faixas etárias pesquisadas. Colado em segundo lugar veio o crescimento de 56% entre as pessoas de 60 anos ou mais. E dados mais recentes do Sebrae indicam que essa tendência continua. Em 2012, a fatia de novos empreendedores com mais de 55 anos era 7% do total. Em 2016, essa parcela atingiu 10%, maior nível da série.

SERVIÇO

Rodas de Conversa Empreendedorismo Sênior

Local: Instituto Gênesis (Av. R. Marquês de São Vicente, 225 – Gávea)

Dia: 30/7/2019

Horário: 16h